domingo, 23 de abril de 2006

Mulheres são como ondas e homens, como elásticos

Mulheres são como ondas e homens, como elásticos
Do livro "Homens são de marte, mulheres são de vênus:
"Uma mulher é como uma onda. Quando ela se sente amada, sua auto-estima sobe e desce num movimento ondulatório. Quando ela estiver se sentindo realmente bem, ela atingirá o pico, mas então, de repente, seu estado de ânimo pode mudar e sua onda quebrar vertiginosamente. Esse mergulho é temporário. Depois de atingir o fundo, de repente, seu estado de ânimo mudará e ela de novo se sentirá bem sobre si mesma. Automaticamente, sua onda começa a subir de novo."
"Os homens são como elásticos. Quando se retiram, só podem esticar até uma certa distância antes de saltar de volta. Um elástico é uma metáfora perfeita para entender o ciclo masculino de intimidade. Esse ciclo envolve aproximação, afastamento, e, de novo, aproximação".
++
Hoje acordei com a maré baixa. O elástico estava esticado até o fim. Me retirei e estava quase me afogando em mim mesma. O elástico voltou. Me acarinhou, me escutou, me apoiou. Minha onda subiu novamente. É bom saber que as ondas vão e vem. E que os bons elásticos não se rompem.

Nenhum comentário: