quarta-feira, 12 de abril de 2006

O barato sai caro...E depois eu que levo fama de fresca!

O barato sai caro...E depois eu que levo fama de fresca!
Carrego a maior fama de fresca e metida entre meus conhecidos. Falam que eu só gosto do que é caro, e blábláblá. A culpa não é minha! Eu não olho a etiqueta do preço antes de gostar de algo, mas, pode apostar, se eu gostar de alguma coisa, é sempre a coisa mais cara.
Estava precisando de uma bolsa caramelo nova. A minha pobre e querida bolsa estava horrível: suja, com um zíper rasgando...Parti para a compra. Procurei, procurei e só achava bolsas caríssimas. Algumas nem eram tão caras, mas eu não gostava. Resisti bravamente e não comprei, estou aprendendo a controlar aos meus impulsos consumistas. Até que um dia entrei numa loja e achei uma bolsa caramelo bonita de verdade; tudo bem que ela não era de couro, mas aparentemente tinha um bom acabamento. Me apaixonei pela bolsa e pelo preço dela: R$ 45,00! Me senti a consumidora mais esperta do mundo que conseguiu aliar qualidade com bom preço. Mostrei para as amigas a nova aquisição e pro maridão que ficou feliz em ver minha consciência...Como fui tolinha! A compra foi efetuada em 03/04 e ontem, dia 11, percebi que o tecido do fundo da bolsa tinha rasgado! Ai, que ódio! E também um acabamento de ferro do ziper caiu....Buááááá...
Como sou uma consumidora exigente, voltei hoje na loja para trocar. Para minha decepção não havia mais o mesmo modelo de bolsa. E não gostei de nenhuma como gostei daquela...Acabei trazendo uma bolsa que eu tenho 99% de certeza que nunca vou usar...É bonita, mas não é a minha cara.
Resumindo: gastei R$ 45,00 por uma bolsa que vai ficar encalhada no meu armário e eu continuo sem a bolsa caramelo! O que era economia acabou virando desperdício. E eu ainda preciso comprar uma nova bolsa caramelo. Então o custo da minha nova bolsa caramelo será "x" (com certeza qualquer coisa com mais três dígitos) + R$ 45,00. Aí, da próxima vez que me oferecerem uma coisa barata e eu ficar com receio de comprar, vão me falar assim: "Ai, De, como você é fresca!"

Nenhum comentário: