sexta-feira, 5 de maio de 2006

Tudo na vida tem dois lados....

É meninas (e me perdôe, se algum eventual rapaz ler este blog), pra tudo na vida tem um lado bom e ruim. Como sou uma mulher muito experiente (ha), vou destacar algumas situações e seus dois lados. Nunca se esqueçam, toda escolha envolve o abandono de uma outra possibilidade. Pensem nisso...

Ter um blog público

Ai, meu blog...Acho o máximo quando alguém lê meus textos e gosta, se diverte e ainda comenta! Não tem felicidade maior pra um blogueiro! É uma delícia compartilhar experiências, estórias...Mas porém, você não pode dizer TUDO o que gostaria, da maneira que gostaria. Xingar alguns, contar uns fatos mais íntimos...O que se escreve tem que ser medido, pensado e bem argumentado para não magoar ninguém, nem se prejudicar. Não posso chamar de vaca a amiga que brigou comigo, correndo o risco de eternizar uma situação passageira...Já pensou a confusão?

Ter um emprego das 8 às 18

É muito bom ter um emprego. Você, às vezes, nem se esforça muito e no fim do mês, tá lá, seu rico dinheirinho em conta. Você tem também colegas legais pra compartilhar risadas ou então pra falar mal junto com você daquela fulaninha brega que trabalha no outro andar. Quando ele vem com benefícios, tipo "ticket", "abono", "vale qualquer coisa", aí então é uma maravilha!
Por outro lado, você perde 10 horas do seu dia trancanda em um escritório que parece um frigorífico. De salto. Mesmo com dor de cabeça, TPM ou qualquer outro mal. Brigando por dinheiro que não é seu. Se aborrecendo por problemas que não foi você que criou. Nesse tempo, você poderia estar desenvolvendo um projeto pessoal, cuidando do seu próprio negócio, caminhando na praia nos dias de sol, dormindo nos dias de chuva....Mas sem um tostão no bolso...Dinheiro é o mal do mundo mesmo....

Ter um marido

Ah vai, é muito bom ter alguém pra andar de mãos dadas, dormir abraçadinho, dar beijo na boca e outras coisitas mais carnais..hehehe...Ter um companheiro que te ame na alegria e na tristeza, que te escute, te console, cuide de você quando ficar do-dói. Uma pessoa que se diverte com você só pelo motivo de estarem juntos, mesmo em casa, de pijama e comendo pipoca. Uma relação onde você não precisa de máscaras, uma pessoa que te ame incondicionalmente...Tão romântico...
Em compensação, você nunca mais tomará uma decisão sozinha. Você quer pintar a parede de ocre? Jogar fora o sofá? Viajar no feriado? Ficar 10 dias de dieta comendo só alface? Gastar todo o dinheiro do orçamento numa blusa simplesmente maravilhosa que você só vai usar uma vez na vida? Escolher a sessão do cinema sozinha? Não, não é assim, nananina, tem que consultar o bofe antes. Ver quais são as vontades do bonitão e decidir juntos. De preferência, sem brigar. Some-se a isso a tripla obrigação cozinhar/lavar/passar (vide próxima situação).

Ter uma empregada

Ah, empregadas são fadas penduradas num cabo de vassoura. Criaturas mágicas...Você sai de casa e a mesma parece ter sido atingida por um furacão. Você volta e está tudo no lugar, arrumado, brilhando, sem pó...Ou não?! Se você olhar bem, tem um pózinho atrás da TV. E o vidro tá meio embaçado...Minha fadinha esqueceu de lavar o banheiro? Pois é, minha amiga, ou você se mata de fazer faxina ou fecha os olhos pros pequenos esquecimentos da sua fadinha. A escolha é sempre sua...

Um comentário:

july disse...

muito bom...
sobre a fada, aconteceu comigo ontem...esqueceu de limpar varias coisas no meu quarto e visiveis!!
hahah!
mas como eu estava cansada, deixei la!!
rs!
beijocas!