sexta-feira, 27 de abril de 2007

O primeiro a gente nunca esquece

Lembro bem do primeiro contato. Ele era lindo, novo, colorido, tinha um astral mágico. Me levou para um mundo onde eu nunca havia imaginado estar....Eu tinha apenas 10 anos, mas descobri que eu nasci para aquilo, poderia passar horas e horas em diferentes posições, me deliciando...
A cada minuto, uma descoberta, um cheiro de coisa nova, uma imagem diferente, um som que ecoava na minha imaginação...Quando dei por mim, já havia acabado, e já estava ávida por outro. Soube que dali em diante, eu ia querer sempre mais e mais e mais e jamais ficaria saciada....kkkk
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Foi assim, lendo "A montanha encantada", de Maria José Dupré, que descobri o prazer de ler. É o primeiro livro que tenho na memória. Não sei se havia lido outro antes; provavelmente sim...Mas foi este - a história dos anões que moravam numa montanha coberta de ouro, que teciam roupas com fios de ouro, comiam em pratos de ouro, mas, em compensação, não viam a luz do sol - que me deu a certeza de que jamais poderia viver sem os livros. O cheiro das páginas novinhas, ou mesmo o cheirinho de livro de biblioteca, é sempre bom! Depois veio quase toda a coleção Vaga-lume, O cachorrinho samba, o Menino Maluquinho, Marina marina, a Marca de uma lágrima, a Droga da Obediência....Todas as histórias queridas da minha infância estão guardadas na memória com carinho. Ainda hoje tenho uma quedinha por livros infantis, tenho toda a coleção do Harry Potter! Tenho certeza de que ler me deixa mais sã, descarrega minhas angústias e acalma o meu espírito. É lógico, que hoje, aos vinte e oitonove, tenho outras distrações mais interessantes...Mas a leitura, depois, é mais relaxante...kkkk
Será que o outono finalmente chegou?
Hoje está chovendo, um friozinho, cara de outono. Será um fim de semana de toca, pipoca, pizza, filmes, namoro e livros! Tenho quatro na minha cabeceira me esperando...A semana foi de paz, graças a Deus! Agora só falta o maridinho chegar em casa para o meu fim de semana começar.
Bjs e até!



Nenhum comentário: