domingo, 9 de setembro de 2007

4 anos....

A ausência é estranha...
Há quatro anos meu pai se foi e a saudade ainda é a mesma...
Tem dias que nem penso no assunto, a saudade passa desapercebida.
Em outros, por nenhum motivo concreto, o coração aperta de doer
Fico com tanta vontade de ele me ver em minha vida, de ter sua aprovação (ou não) em tudo o que tenho feito....
Tenho medo de esquecer seu rosto, sua voz....
As lembranças são muitas, das mais difíceis as mais ternas...
O que me consola é que confio que um dia nos encontraremos de novo, como formas celestiais ao lado de Deus pai. E que de alguma forma, ele ainda vela por mim....
Não quero mais post tristes sobre ele.Afinal, apesar de bravo, ele era muito alegre. E era com essa musiquinha que ele dizia que me amava.



Nenhum comentário: