quarta-feira, 31 de dezembro de 2008


Lá está o futuro,

Não sabemos o que nos espera, que surpresas estão por vir.

Não adianta pensar, nem se preocupar....

Você não pode resolver o que não aconteceu

Por isso, viva o aqui e o agora

Faça as coisas acontecerem já

O futuro se faz hoje...

O passado já se foi

Não se prenda a coisas que já não existem e que não mais voltarão

O passado é bom como referência

Assim, cada dia será uma aventura, um desafio

Uma experiência que sempre valerá a pena viver.

(Trecho do livro A semente da vitória, de Nuno Cobra)

Feliz 2009! Bjs e até o ano que vem!

sábado, 27 de dezembro de 2008

Este ano eu....

1 - Virei madrinha!
Pela primeira vez sou a dinda de alguém...E estou muito feliz com o novo "cargo"

2 - Tentei entrar em forma...
Mas ainda não foi este ano! Continuarei tentando o ano que vem....
3 - Trabalhei muito!
E aprendi muito este ano...Sempre apanhando, caindo, levantando, batendo, mas aprendendo...
4 - Fiz novas amizades e quero cultivá-las por muito tempo...
E mantive as verdadeiras. São poucas, mas são todas muito especiais...Pena que não dá pra colocar a foto de todos aqui.
5 - Descobri duas úlceras e tive que cuidar da alimentação, apesar de não conseguir seguir tudo a risca
6 - Completei 30 anos!
E estou me sentindo mais bonita e feliz do que nunca!

7 - Gastei mais dinheiro do que deveria (para variar....)

8 - Comemorei quatro anos de casamento e 6 de relacionamento
O tempo passa e o amor fica mais sólido e bonito!
9 - Viajei sozinha com a minha mãe!
Uma experiência única que vou guardar pra sempre na memória


10 - Voltei a ter uma relação amigável com três, dos meus quatro irmãos "perdidos". É claro que nada do que foi será do novo do jeito que já foi um dia...Mas aquela mágoa gigante já saiu do meu peito.
E só me fez bem.

...2008, mais um ano em que eu só posso agradecer a Deus! Obrigada, Senhor! O que mais posso pedir? Saúde para mim e para todos os que estão ao redor, para o bem ou para o mal, me ajudando a evoluir como pessoa.

Bjs e até!






segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

A minha oração de Natal


Senhor, obrigada por mais um ano!
Um ano de tantas experiências que me fizeram ser uma pessoa melhor.
Rí, chorei, e principalmente aprendi muito
Sou muito melhor hoje do que no ano que passou...
Consegui perdoar algumas pessoas, o que é tão difícil para mim....
Tenho tanto o que me corrigir ainda, mas estou com tanta vontade e com tanta fé de que vou conseguir!
Continua a me guiar a ver o melhor das pessoas.
Amo muito mais, meu coração transborda amor!
Perdoa os meus pecados. Que eu saiba discernir o bem e o mal sempre...
Obrigada pela criança que o Senhor enviou a nossa família!
Era o elo que faltava, a unção mais bonita.
Que o Senhor continue nos abençoando com saúde, emprego, fartura.
E que nos dê a força necessária para cada dificuldade que por acaso existir.
E que nos una cada vez mais, sejam quais forem os caminhos.
Obrigada pela minha família! Obrigada pelos meus amigos!
Obrigada pela minha vida!
Que Jesus continue iluminando meus passos e o de todos que me cercam.

Amém.

Feliz Natal a todos!



sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Lá vamos nós!

Último post antes da viagem. Mamys está super ansiosa...Eu estou me sentindo muito estranha em viajar sem o Marcelo, kkkk. Tô vendo que vou sofrer de saudades..Mas é rapidinho!
A previsão do tempo está boa, se Deus quiser, será um cruzeiro de sol, mar e descanso.
Lá vamos nós!

Hoje é niver da Jujuba. Parabéns!

Vou arrumar os últimos detalhes da mala e esperar...Volto dia 12, se Deus quiser, bronzeada e feliz...Pra ficar perfeito o dólar podia dar uma caidinha, né?

Bjs e até!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Férias!

Finalmente, elas chegaram! Ufa! Trabalhei até tarde ontem, mas hoje já estou na folga...Que delícia!
Só faltou o Marcelo aqui comigo...Nem tudo é perfeito...
Agora é só aguardar mais uns dias para a viagem...E rezar para o tempo ficar firme...A previsão é de sol, sol, sol!
Preciso melhorar da garganta também, nem estou abusando pra não ficar ruim na viagem.
Já podia estar na praia hoje, uma pena... Mas estou aqui com a cachorra, vou fazer um almocinho light, umas comprinhas à tarde, enfim, começar as férias com o pé direito!
Bjs e até!




segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Então....

Volto aqui com uma deliciosa limonada. Hoje chegaram os vouchers da minha viagem com mamys. Isto mesmo! Minhas férias arruinadas se transformaram em uma linda viagem com a minha mãe. Estou feliz por partilhar deste momento com ela e um pouquinho triste de deixar o Marcelo por estes dias. Mas dizem que é bom sentir saudades, e tenho certeza que vou sentir muitas!
Tenho mais 5 dias úteis de trabalho, para depois gozar de merecidas férias.
Tô cansada, o trabalho sempre me desgasta muito. Fiquei triste, logo depois tive boas notícias, mas ainda não é nada concreto; só vou acreditar quando for tudo efetivado.Não me sentirei segura nunca, lá sempre paira um clima de dúvida. Por enquanto, deixo os assuntos do escritório de lado, já estou baixando o ritmo nesta última semana: quero aproveitar estes 35 dias de sossego, paz, descanso.
Quero aproveitar cada minuto ao lado de minha mãe, fazê-la muito feliz e guardar estes dias num canto especial do coração. É muito bom poder compartilhar bons momentos com a melhor amiga da minha vida.
Ontem fomos a praia com o Gabriel. Esta criança deliciosa, se esbaldou na areia. Saiu "à milanesa", mas feliz da vida. É impossível descrever como amo esta criança...
Hoje Nalinha tosou o pelinho e está uma graça, parece uma filhotinha! Linda e meiga como sempre.
De tudo e por tudo, estou muito feliz.
Aguardando dia 6 para embarcar para o nordeste no MSC Musica
E recuperar as energias para um ano novo que está bem pertinho...
Bjs e até!

domingo, 2 de novembro de 2008

Os planos de Deus são definitivamente diferentes dos meus

Eu tenho um terrível defeito. Reconheço. Muitas vezes não aproveito o presente pensando em um grande futuro. Passo dias e mais dias sonhando, idealizando, imaginando todos os detalhes...
Só que o que eu planejei, às vezes, não dá certo. E daí meu castelo de areia desmorona...E eu fico frustrada. Todo o tempo que eu perdi sonhando não pode ser recuperado...Eu poderia estar realizando coisas nestes tempos ao invés de esperar pelo grande evento que não chegará nunca. Azar o meu. Isto já me aconteceu tantas vezes e eu ainda não aprendi. E é por isso que isso vai se repetir até eu aprender a lição: Aprender a viver o que a vida me oferece hoje e deixar o futuro no lugar que ele pertence. Amanhã.
Espero que desta vez eu tenha aprendido a lição. E faça deste limão que a vida me ofereceu uma doce limonada.

Bjs e até.

Falou e disse

...
"Para que tantas palavras se você não pode me ouvir? Para que estas páginas que talvez não leia nunca?

Minha vida se faz ao ser contada e minha memória se fixa com a escrita; o que não ponho e palavras, no papel, o tempo apaga.
...
Trecho do livro Paula, de Isabel Allende

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho

Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho
Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho
Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho
Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho
Trabalho, trabalho, trabalho, trabalho
...
É tudo o que tenho feito nesta vida
Falta tão pouco para as férias, mas parece que falta muuuuuito....
Pra alegrar a vida da gente, os dentinhos mais bonitos do mundo! Olha eles aí:


Dinda, pára de trabalhar e vem me ver....

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

A mulher da rua

Ela está sempre lá. A senhora sentada na calçada, com sua barriga enorme para fora das calças. Perdida nos seus mais íntimos pensamentos, completamente alheia ao mundo ao redor. Ela costura trapos todos os dias, faz correntes de crochê, presa a um passado que eu jamais vou descobrir. Todos os dias, ela está lá, suja e curtida do sol, carregando sua história e sua dor....
Eu não costumo ter pena de indigentes; não me entendam mal, mas infelizmente todos nós nos acostumamos com esta realidade. Mas esta mulher tem algo que me comove. Pensar no estado em que um ser humano pode chegar é muito triste. O fato dela costurar os trapinhos me faz pensar se um dia ela não teve uma profissão, uma família, uma vida. Talvez uma vida que a pobreza foi tirando um pouco mais a cada dia...
Quando passo por lá e não a vejo, fico pensando: o que será dela? Pra onde ela vai quando chove?
O que será que ela come, como ela vive? O que posso fazer para ajudá-la? Nunca tenho uma resposta... E é claro que o pensamento some quando o sinal abre e eu esqueço dela por aquele dia.
Mas no dia seguinte e em todos os outros dias, este pensamento me incomoda e me entristece durante o breve instante em que a vejo...
A cada dia tomo consciência que preciso fazer mais...
Que todos nós precisamos fazer mais...
Que o mundo precisa de muito mais.
Que a compaixão é um sentimento que não pode sumir da humanidade...
Que ainda temos muito trabalho pela frente.
Que juntos, cada um de nós, podemos melhorar um pouquinho esse mundo.
Vamos começar refletindo e tentar, de verdade, fazer a nossa parte.


P.S: Post em favor do Blog action day 2008: poverty. Leia mais em http://blogactionday.org/br

domingo, 12 de outubro de 2008

A família no blog do Donna Andrea

http://donnandrea.blogspot.com/2008/10/coisa-boa.html

Feliz dia das crianças!

Hoje é dia de comemorar o primeiro dia das crianças do Gabriel. Fazia muito tempo que a família não tinha uma criança pra festejar. Vamos comemorar também nove meses do nosso pequeno, que serão completados amanhã. Depois coloco as fotos desta alegria!

Bjs e até!

sábado, 4 de outubro de 2008

Vamos rir!

Virei fã do programa CQC, porque adoro humor inteligente. E a gente precisa rir muito no fim de uma segunda-feira, não é verdade? Procurando vídeos no youtube, descobri que já ví o Marco Luque ao vivo quando assisti o terça insana! Nunca imaginei. Também, não dá pra reconhecer ele de Silas (procura lá no youtube tb). Aliás, o Silas foi a única parte que eu gostei de todo espetáculo...Enfim, vou postar outro vídeo muito divertido do espetáculo Improvável, que eu adoraria ver em Santos. Pelo menos, o Rafinha Bastos tá vindo pra cá..Beijo me liga!



quarta-feira, 1 de outubro de 2008

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Linha do tempo


O tempo e a moda são engraçados...Quem poderia acreditar hoje que estes cabelos eram os hits de cada época? Não consigo me imaginar com a maioria dos penteados que estão aí. Cliquem em cima da foto para aumentá-la e podem rir à vontade. Eu já me rachei de tanto rir de mim mesma...
É claro que alguns anos merecem comentários especiais, então vamos lá:
1950/1952: Definitivamente, pareço um traveco recatado.
1954/1960/1964: Gatinho não é o meu estilo...
1956: Cara de santa!
1958: Babá malvada da novela das seis chamada Helga
1962: Tem cocô na cabeça?
1966: O penteado da Nala!
1968: O mais simpático, parece muito o cabelo de minha mãe em uma foto antiga
1970: Rainha do lar
1972: moderninha e periguete, cigarros, chá de cogumelo e LSD
1974: Chapadona...Give peace a chance...
1976: Direto de um filme de John Travolta.
1978: Deixa o meu cabelo em paz! Ganhei da Vanessa da Mata disparada
1980: Meeeu, eu sou a Baby do Dirty Dancing!!
1982: Ano que deve ser definitivamente apagado da história
1984: Footloose total. Só falta mostrar as polainas cobrindo as canelas
1986: A força afro que mora em mim
1988/1990/1992: Cara de americana otária em filme adolescente.
1994: eletrocutada
1996: Estilo Hebe, gracinha!
2000: Quero ser paquita, new generation!

Idéia surrupiada do blog Coisas de mim, mas foi irresistível me ver com os cabelitchos. Quer fazer o seu? Vem aqui

domingo, 31 de agosto de 2008

Vai agosto, vai com Deus!

Eita mês de doido! Ele tem fama de ser do desgosto, do cachorro louco e este ano ele cumpriu a sua sina.O mês foi tumultado, difícil, mas consegui atravessá-lo aos trancos e barrancos...O Gabriel ficou doentinho, a Nala ficou doentinha, eu fiquei doentinha, no trabalho as coisas viraram de pernas pro ar, enfim, tudo ao mesmo tempo agora...De bom, este mês me trouxe a consulta com a nutricionista. Estou indo para a quinta semana da dieta e já perdi 2,700kg. Ainda tenho um bom caminho pela frente, mas já estou feliz com os resultados, já que a dieta não é assim nenhum sacrifício.Amanhã já é setembro, logo vem a primavera, pra trazer dias mais alegres....

...Sol de primavera, abre as janelas do meu peito....

domingo, 27 de julho de 2008

Make me babies

Sugestão do Fantástico: juntar sua foto e a do seu amor pra ver com que carinha o seu bebê vai sair...Sinceramente? Não achei nada da gente, espero que os meus sejam mais bonitinhos...kkkk..Mas dá pra se divertir. Quer fazer o seu bebê? Pode usar o método tradicional, ou vir aqui



O fim de semana foi ótimo. Os dias estão lindos por aqui, nem parece inverno. Hoje, fomos caminhar na praia em família: Mamis, Marcelo, Juliana, Gabriel, Nala e eu. Adoro estar no ninho...



Bjs e até!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Tem coisas que só acontecem comigo, parte 45.975

Ontem eu teria uma consulta com o ginecologista (que odeio), mas era só para a rotina, pegar as guias para ser empirulitada, aquela empirulitada básica, aquele vexame que toda mulher tem que passar uma vez por ano pra ver se está tudo bem com a sua amiga....
Enfim, a minha consulta seria às 19:15hs, cheguei às 18:40. O doutor chegou eram mais de 19hs, super atrasado. Quando eram umas 20:30hs, chegou no consultório uma grávida de trigêmeos, com dores ou sei lá o que, e passou na minha frente.... Sentir uma cabeça deve demorar, imaginam 3...Sorte a dela, azar o meu. Eram 21hs quando eu saí do médico sem ser atendida. Desisti. Duas horas do meu precioso tempo no lixo.

Apesar da raiva de ontem, hoje, cheia de esperança no meu coração, fui para a minha consulta com a gastro, afinal, além da periquita, tenho duas úlceras pra cuidar....
Logo que coloquei os pés no elevador, uma das secretárias dela (que estava lá dentro, por aquelas infelizes coincidências da vida) perguntou (com uma cara meio estranha): - Veio ver a doutora? . Eu: - Sim. Ela: - Mas a doutora não veio hoje. Eu: Mas eu confirmei, tenho certeza. Ela: eu também tenho certeza que ela não vem hoje.

Ok, ok, segui a moça até o consultório para elas verificarem o ocorrido. Consultaram a agenda e me disseram: "Ligamos para a sua casa e o "Tio Guilherme" anotou o recado. O engraçado é que eu não tenho nenhum tio Guilherme! A não ser que exista uma entidade lá em casa que era telefonista em vidas passadas, mas, pra variar, como acontece com a maioria dos telefonistas, esquece de dar o recado!
É claro, as antas descobriram que ligaram para o número errado: "Ligamos para o xxxx3514"...Tá, minha senhora, mas meu telefone é xxxx3584, vamos remarcar, desculpe o engano, aquele blábláblá.
Saí de lá muito brava com esse tal de Guilherme, como ele desmarca a minha consulta assim, se nem me conhece? Desejei do fundo do coração que ele batesse o dedo mindinho na beirada da cama, logo de manhã, para doer bastante....
Mas fiquei pensando...Será que esse Guilherme realmente existe?
Não duvidei, liguei na mesma hora para o número que a moça do consultório me falou
Esposa do Guilherme: Alô?
Eu: Por favor, o Guilherme?
Ela: Quem é?
Eu: é a Denise
Ela: Denise de onde?
Eu: Só Denise
Ela: mas de onde?
Minha vontade de responder:
opção a: do prostíbulo
opção b: da casa da luz vermelha
opção c: do circo, é a palhaça que ele desmarcou a consulta.
Eu: desliguei, é claro, não tive coragem de dizer mais nada.

Mas acredito que arrumei encrenca pro Tio Guilherme, ele deve estar se explicando até agora....
Mas ele bem que mereceu, só pra ele deixar de ser besta e desmarcar a consulta dos outros..Custava ele dizer: eu não conheço nenhuma Denise....Agora, se ele conhece, ele que se explique mesmo pra Dona Encrenca....

Bjs e até!

terça-feira, 15 de julho de 2008

Meu pequeno grande amor que é você Gabriel*

Se logo que você nasceu, meu coração já era seu, imagina agora depois de seis meses de convivência...
Você é meu anjo, meu querido, meu coração puro, meu minuto de paz, o sorriso mais sincero neste mundo atribulado.
Como Deus foi bom para mim ao me dar o afilhado mais bonito que alguém poderia ter.
Ter uma criança para conviver e amar é o maior presente da vida. Pode ser filho, irmão, sobrinho... Amar uma criança é maravilhoso!
Parabéns, meu querido, pelos seis meses!
Agora, me digam: quem resiste a este sorriso?
O futuro para mim está claro: ele pede, eu obedeço!

Bjs e até!

* Trecho da música de Beto Guedes, chamada, claro, Gabriel

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Tudo de bom!

Depois de um fim de semana muito bom, só posso desejar tudo de bom para o mundo inteiro!
@
Faça o que é bom
Sinta o que é bom
Pense o que é bom
Bom pra você
Coma o que é bom
Veja o que é bom
Volte ao que é bom
Bom pra você
Guarda pro final
Aquele sabor genial
Se é genial pra você...
Tente o que é bom
Permita o que é bom
Descubra o que é bom
Bom pra você
Beije o que é bom
Mostre o que é bom
Excite o que é bom
Bom pra vc
Um dia você me conta
um dia você me apronta
Um resumo do supra-sumo do seu prazer!
(Zélia Duncan)

terça-feira, 1 de julho de 2008

Sobre envelhecer...

...
Tenho 90 anos. Ou 93. Uma coisa ou outra.
Quando temos cinco anos, sabemos até os meses de nossa idade. Mesmo por volta dos 20 sabemos quantos anos temos. Tenho 23, dizemos, ou talvez 27. Mas quando chegamos aos 30, algo estranho começa a acontecer. A princípio, é um mero sobressalto, um instante de hesitação. Quantos anos você tem? Ah, eu tenho - você começa confiante, mas depois pára. Ia dizer 33, mas não é essa sua idade. Você está com 35 anos. E isso o incomoda, pois você fica imaginando se não é o início do fim. Claro que é, mas ainda faltam décadas para você admitir isso.
...

Primeiro parágrafo do Livro "Água para Elefantes", de Sara Gruen

domingo, 22 de junho de 2008

Se eu quiser falar com Deus....

Há tempos ando em uma busca espiritual. Procuro uma religião onde eu me encontre, me complete. Mas é difícil. Sempre existe um impedimento, uma coisa que não combina comigo. Não gosto de proibições, acredito no livre arbítrio, o que exclui diversas religiões. Acredito na alma imortal, porém não acredito em reencarnação - eu sendo diversas pessoas - o que exclui o espiritismo...Pra mim uma alma é única, eu sou eu, e serei eu em qualquer nível espiritual: no céu, no limbo, em algum outro nível de vida, mas serei sempre eu.
Gosto de ler a Bíblia e seus ensinamentos, mas não engulo Adão e Eva. Eis alguns exemplos do que não se encaixa na minha cabeça.
Tive uma criação basicamente católica e é muito firme em meu coração a fé na existência de Deus. Sem ressalvas. Creio em Jesus Cristo e me espelho em Seu exemplo.
Acredito num Deus que é Tudo, a natureza, os animais, todos nós, a sintonia do mundo, a bondade, a benção.
Apesar de não fazer parte de mim, admiro as religiões orientais , a meditação, a transcendência, os mantras e afins. Passeio por estes temas com muita curiosidade e muito respeito.
No fim, a minha religião é só minha, com fé em Deus, respeito aos outros, respeito a qualquer religião que pregue o bem. Afinal, nisto eu acredito, quando desejamos o bem e fazemos algo com sinceridade de coração, estamos rezando para o mesmo Deus. Seja qual for o nome que você usa.
A pergunta é: a religião está na igreja que você frequenta ou dentro de você? A cada dia que passa creio mais na segunda afirmação.
Mas quem sabe? Não tenho a pretensão de dizer que o que acredito é o certo, talvez não...Posso estar redondamente enganada... Não acredito em nenhuma verdade absoluta. Acho que no final todos nós, cristãos, evangélicos, budistas, messiânicos, espíritas, teremos uma bela surpresa.
Só não podemos deixar de ter fé. Como me tornei uma pessoa melhor quando tomei consciência de que esta busca é Divina! Jamais deixarei de acreditar que é Deus que me guia neste caminho. E como tenho aprendido... Como sempre repito, Se Deus é por mim, nada será contra mim. Nisto eu acredito.


Bjs e até!

sábado, 14 de junho de 2008

Updates: Feliz, muito feliz!

Ai, que bom!
Quantas vezes podemos nos descrever assim? Mas estou feliz.
Tenho problemas? Siiiiiiiiiiiiiiiim
Mas ando numa fase muito em paz. Estou mais relaxada com o trabalho. Apesar de coisas ruins ainda acontecerem, estas coisas, simplesmente, deixaram de ser tão importantes.
O clima melhorou muito com a saída de um "vampiro" de energia e com o afastamento de outro que só nos fazia mal. Continuo "Vibrando amor". Estou tentando seguir os ensinamentos da lei da atração, pedindo companhia agradável, gente sadia e feliz ao meu lado. E a vida tem me dado tudo o que eu pedi.
Não podia estar mais feliz com o meu afilhado Gabriel. Batizamos ele no final de semana passado, e foi muito emocionante. Senti o nosso vínculo sendo abençoado ali, naquele momento, uma energia muito boa. Ele é lindo, feliz, e só tem nos dado alegria.
Chorei de emoção ao receber as primeiras fotos da Márcia com o seu herdeiro, Jonathan William Estes, nascido em 06/06/08. Ele é um fofo e eu sei o quanto era grande o desejo dela de construir uma família. Mais uma benção na vida dela, uma pessoa a qual serei eternamente grata por tudo de bom que ela fez por mim. Além de tudo o que ela me ensinou no trabalho, a melhor lição foi a da fé. Sou muito honrada em ter uma amiga como ela! Morro de saudades, mas se Deus quiser, em dezembro nos reecontraremos e conhecerei o pimpolho!
Minha festa de aniversário foi ótima, uma grande alegria. Ontem fizemos o Arraiá do Gabriel, para comemorar os cinco meses do nosso baby. Tudo tão simples e ao mesmo tempo tão alegre...Ser feliz vem de dentro mesmo!
Hoje acordei com muita gratidão no meu coração, por ter uma família tão bonita, que apesar dos pesares, está sempre ali, firme e forte.
Hoje teremos mais uma festinha, a comemoração do niver do Marcelo. Mais uma oportunidade de reunir a quem amamos, com muita alegria. O evento vai ser aproveitado para o bota-fora da Rosinha, Waldemar e Fernanda, que vão passar 20 dias em Portugal. Que delícia!...E também a despedida da minha madrinha, que volta para Miami na quarta-feira, não sabemos por quanto tempo...Vou sentir muita falta dela, mas sei que as filhas dela, netos e bisnetos estão aguardando ela com ansiedade! Quem manda ser querida por todos? kkkk
Preciso urgentemente atualizar as fotos do Flickr. Tem meio ano para por em dia!

Bjs e até!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

O tempo só nos faz bem

Depois de uma sessão dupla de filmes caseiros antigos, só tenho uma certeza e várias perguntas...

A certeza:
Eu melhorei muuuuito em 15 anos: na aparência e como pessoa.

As perguntas:
- Por que eu não depilei as sobrancelhas aos 10 anos?
- Por que as mulheres usavam aqueles cabelos horrendos?
- Por que as mulheres seguem as ditas "modinhas", mesmo não gostando muito, pra depois se arrependerem pro resto da vida de ter aparecido em público com aqueles modelitchos?
- Por que voltaram com a calça de cintura alta em pleno século XXI, uma vez que ela já era medonha nos anos 90?
- Por que os adolescentes são bobos em qualquer década?
- Por que raios eu resolvi usar meia calça champagne?
- Pra que servia aquele buraco no meu vestido, uma vez que ele não era nem sexy, nem tampouco estratégico?
- Por que demoraram tanto pra inventar as escovas gradativas, progressivas e a popularizar a chapinha?

Depois dessa, aguardo ansiosa os meus 40...

Bjs e até!

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Signos - Por Christian Pior

Se é dele eu não sei, mas é engraçado!

...Touro...
Meus quatro melhores amigos são taurinos.Então posso dizer que conheço a raça. E que raça! E são amigos de longa data.Como são as amizades taurinas.Sólidas. A primeira coisa que me vem a cabeça é o egoísmo. O Touro é muito egoísta. Só consegue ver as coisas sob o seu ponto de vista. E pronto!Ele está certo,sua opinião tem mais peso. E o pior é que não costumam mudar de idéia. O bom do touro é que ele sempre tem um 'dinheirinho'. Sempre. E se ele empresta ou te dá algum, colega, é porque ele gosta muito, mas muito de você. Porque se tem uma coisa que o touro defende é o seu dinheiro. Coincidentemente, todas as minhas viagem internacionais (menos Ibiza,lógico), foram bancadas por dinheiro taurino. Mas paguei tudo, viu? Até porque se que não pagasse, eles cobrariam. Touro ama prazeres: Sexo,comida e dinheiro. Um taurino sem sexo,fica amargo. Um taurino sem dinheiro fica mau humorado. E um taurino sem janta, quebra a casa toda. Mas é mais que isto. Seu dinheiro tem que significar contas pagas, e algum investido.Ele adora ligar nos banklines da vida, para ver o quanto tem, o quanto rendeu, o quanto sobrou.Ama cheirar notas novinhas. Não confia muito em débitos automáticos. Bom, nem eu. O sexo do taurino não pode ser qualquer sexo. Não gosta de 'rapidinhas'. Este papo de 'ali na escada de incêndio ' ou 'vamos ali atrás da moita' ele não gosta. Gosta do sexo lento, em uma cama boa,sem demora,e ama sexo oral.E cuidado com o beijo taurino.Apaixona,bein! E ama comida decente. Não me venha com sanduiches, Big Macs. Ele quer arroz,carne, feijão, mistura ,salada, sobremesa, talher, suco, aperitivo, bebidinha. Não me venha com misto quente e Tang uva. Touro também é ciumento demais. E odeia ser ciumento.E sua vontade de não ter ciume é engraçada, porque transparece. E odeia perder as coisas.O casamento pode estar ruim, ele vai demorar para abandonar,se abandonar. Então,bein, se você for amante dele,sempre será a amante. Mesmo ele te amando mais que a oficial. Mas o legal , é que ele costuma ter a oficial, a esposa. Não galinha por aí. Tem preguiça de caçar. Que bom,né? O complicado é que o planeta que o rege é Vênus. Então se o taurino nao for lindo,é no mínimo sexy. E se não for bonito, é rico, o que para muitas mulheres é o mesmo que bonito. A mulher taurina é muito,mas muito feminina. Mas é firme, e teimosa. Sempre trabalha muito, adora a boa vida e trabalha muito para isto, porque ama o conforto. Se tive ruma taurina morando em uma pensão com mais oito no quarto,a cama dela , no beliche vai ser a de lençol mais limpo, sua toalha será a menos encardida e seu sabonete o mais cheiroso. A taurina ama namorar, mas como pensa em relação sólida, escolhe bem e avalia se o moço tem futuro na repartição em que trabalha. Se a taurina namorar um desempregado é porque caiu nas mãos de um sagitariano safado e bom de cama, ou de um leonino xavequeiro que sabe falar baboseiras a luz do luar e da poluição ou de um pisciano com olhar distante e mãos espertas. Mas mesmo assim, ela sempre terá um trocado na manga. E na barra também. Se você conhecer um taurino negativo, cuidado. Ele vai te massacrar. E o pior, nem vai se comover. Lembra-se? Ele é um egoísta. Quer feri -lo? Fique mais rico ou rica que ele. Viu como é dificil atingi-los? Ah, grandes gigolôs e cafetinas são de touro. Rsrsrsrs, é sério! Só perdem para o povo de peixes. Ah, taurinos não acreditam muito em signos.São mais "pés no chão" E que pés eles tem...

Homens famosos de touro: David Beckham, George Clooney, Rodolfo Valentino, Enrique Iglesias, Shakespeare, Freud, Bono e nosso querido Faustão e principalmente o chamozão Rinaldo Silva
Mulheres famosas de touro: Penelope Cruz, Cher, Eva Peron, Uma Thurman, Barbara Streisand e nossa eterna Tieta Betty Faria.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

30 coisas de mim...

1. Sou teimosa e teimo que não sou teimosa
2. Quando fico com raiva e não posso dizer o que penso, choro
3. Rôo unhas
4. Adoro fazer feira e supermercado
5. Não gosto de lavar louças
6. Sou ciumenta com as "minhas" coisas e "minhas" pessoas
7. Gosto de assistir desenhos animados
8. Adoro comprar qualquer coisa!
9. Tenho mania de cutucar a cabeça quanto estou nervosa
10. Não consigo dormir de meias
11. Tomo banho quente até no verão
12. Odeio que mexam no meu umbigo
13. Fico dias ouvindo a mesma música
14. Sou ansiosa ao extremo multiplicado por mil
15. Tenho sempre um livro na cabeceira
16. Gosto de andar descalça
17. Adoro cafuné e sou capaz de ficar com câimbra para que não parem o carinho
18. Fico horas olhando as mesmas fotos
19. Tenho pavor de tirar sangue
20. Tenho mania de ficar repassando uma conversa por dias, pensando o que eu podia ter dito (ou não)
21. Sou transparente, minha cara de paisagem não engana ninguém
22. Prefiro doces gelados
23. Penso que só o fato de me matricular na academia vai me deixar mais magra e feliz
24. O número 4 é o meu lanche favorito
25. Tenho duas úlceras e uma vontade louca de comer porcarias
26. Cozinho com carinho, apesar de não ser grande mestre cuca
27. Tenho paciência com quem eu gosto. Se não gosto, meu amigo....
28. Não vivo sem o meu Nescau
29. Faço chantagem emocional quando quero alguma coisa
30. Às vezes esqueço que cresci.

domingo, 11 de maio de 2008

Feliz dia das mães!

Homenagem do blog Cadê papai para todas as mamães guerreiras. Como meus bebês estão aí, não podia deixar de postar. O link do blog tá aí do lado.

Fazer 30 anos

(Affonso Romano de Sant'Anna)

Quatro pessoas, num mesmo dia, me dizem que vão fazer 30 anos. E me anunciam isto com uma certa gravidade. Nenhuma está dizendo: vou tomar um sorvete na esquina, ou: vou ali comprar um jornal. Na verdade estão proclamando: vou fazer 30 anos e, por favor, prestem atenção, quero cumplicidade, porque estou no limiar de alguma coisa grave.Antes dos 30 as coisas são diferentes. Claro que há algumas datas significativas, mas fazer 7, 14, 18 ou 21 é ir numa escalada montanha acima, enquanto fazer 30 anos é chegar no primeiro grande patamar de onde se pode mais agudamente descortinar.Fazer 40, 50 ou 60 é um outro ritual, uma outra crônica, e um dia eu chego lá. Mas fazer 30 anos é mais que um rito de passagem, é um rito de iniciação, um ato realmente inaugural. Talvez haja quem faça 30 anos aos 25, outros aos 45, e alguns, nunca. Sei que tem gente que não fará jamais 30 anos. Não há como obrigá-los. Não sabem o que perdem os que não querem celebrar os 30 anos. Fazer 30 anos é coisa fina, é começar a provar do néctar dos deuses e descobrir que sabor tem a eternidade. O paladar, o tato, o olfato, a visão e todos os sentidos estão começando a tirar prazeres indizíveis das coisas. Fazer 30 anos, bem poderia dizer Clarice Lispector, é cair em área sagrada.Até os 30, me dizia um amigo, a gente vai emitindo promissórias. A partir daí é hora de começar a pagar. Mas também se poderia dizer: até essa idade fez-se o aprendizado básico. Cumpriu-se o longo ciclo escolar, que parecia interminável, já se foi do primário ao doutorado. A profissão já deve ter sido escolhida. Já se teve a primeira mesa de trabalho, escritório ou negócio. Já se casou a primeira vez, já se teve o primeiro filho. A vida já se inaugurou em fraldas, fotos, festas, viagens, todo tipo de viagens, até das drogas já retornou quem tinha que retornar.Quando alguém faz 30 anos, não creiam que seja uma coisa fácil. Não é simplesmente, como num jogo de amarelinha, pular da casa dos 29 para a dos 30 saltitantemente. Fazer 30 anos é cair numa epifania. Fazer 30 anos é como ir à Europa pela primeira vez. Fazer 30 anos é como o mineiro vê pela primeira vez o mar.Um dia eu fiz 30 anos. Estava ali no estrangeiro, estranho em toda a estranheza do ser, à beira-mar, na Califórnia. Era um homem e seus trinta anos. Mais que isto: um homem e seus trinta amos. Um homem e seus trinta corpos, como os anéis de um tronco, cheio de eus e nós, arborizado, arborizando, ao sol e a sós.Na verdade, fazer 30 anos não é para qualquer um. Fazer 30 anos é, de repente, descobrir-se no tempo. Antes, vive-se no espaço. Viver no espaço é mais fácil e deslizante. É mais corporal e objetivo. Pode-se patinar e esquiar amplamente.Mas fazer 30 anos é como sair do espaço e penetrar no tempo. E penetrar no tempo é mister de grande responsabilidade. É descobrir outra dimensão além dos dedos da mão. É como se algo mais denso se tivesse criado sob a couraça da casca. Algo, no entanto, mais tênue que uma membrana. Algo como um centro, às vezes móvel, é verdade, mas um centro de dor colorido. Algo mais que uma nebulosa, algo assim pulsante que se entreabrisse em sementes.Aos 30 já se aprendeu os limites da ilha, já se sabe de onde sopram os tufões e, como o náufrago que se salva, é hora de se autocartografar. Já se sabe que um tempo em nós destila, que no tempo nos deslocamos, que no tempo a gente se dilui e se dilema. Fazer 30 anos é como uma pedra que já não precisa exibir preciosidade, porque já não cabe em preços. É como a ave que canta, não para se denunciar, senão para amanhecer.Fazer 30 anos é passar da reta à curva. Fazer 30 anos é passar da quantidade à qualidade. Fazer 30 anos é passar do espaço ao tempo. É quando se operam maravilhas como a um cego em Jericó.Fazer 30 anos é mais do que chegar ao primeiro grande patamar. É mais que poder olhar pra trás. Chegar aos 30 é hora de se abismar. Por isto é necessário ter asas, e sobre o abismo voar.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Começando a séria 30...

...30 palavras...
1. Amor
2. Amizade
3. Saúde
4. Paciência
5. Carinho
6. Abraço
7. Cafuné
8. Beijo
9. Conselho
10. Sabedoria
11. Vida
12. Atitude
13. Paixão
14. Coração
15. Palavra
16. Música
17. Dança
18. Olhar
19. Infinito
20. Sol
21. Lilás
22. Céu
23. Livro
24. Conforto
25. Alívio
26. Massagem
27. Praia
28. Mar
29. Dignidade
30. Respeito

domingo, 27 de abril de 2008

Úlceras?!

Pois é, os trinta ainda nem chegaram e já estou tendo "coisas" de meia idade. O resultado da endoscopia foram duas úlceras no estômago. Aparentemente, totalmente tratáveis e sem perigo, mas....
Jamais me imaginei tendo úlceras. Uma gastrite sim, passou pela minha cabeça, mas úlcera? Parece coisa de quando você completa 70 anos e tem osteoporose, borsite e úlcera. Não pra alguém de 29. Ok, quase trinta.
O pior não são as malvadas, nem os remédios beeeem caros que tive que comprar. O pior é a restrição alimentar. Não posso tomar refrigerante. Não posso comer chocolate. Frituras, nem em sonho! Sucos de abacaxi, morango, laranja e limão são proibidos...Todos os que eu gosto! Por que na lista de restrições não aparece: proibido chuchu, bife de fígado e bacalhau? Sacanagem! Mas tudo bem, vou cumprir tudo direitinho pra conseguir ficar boa logo....
Enfim, talvez seja esta a chance de eu emagrecer...Ou enlouquecer numa crise de abstinência de chocolate e coca-cola..Ó céus, me ajude!

P.S: A endoscopia foi ótima. Acordei achando que ainda tinha que fazer o exame, que já tinha sido feito! Não senti nada, a não ser a picada da anestesia. Adorei essa coisa de ser sedada pra fazer exames. Não dá pra usar esse treco pra fazer o papa-nicolau? Seria ótimo!

E amanhã começa tudo de novo..

Bjs e até!

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Blog indisponível durante o período de inferno astral

Já ouviram falar? Pode parecer bobagem, mas tá tudo mais difícil nestes últimos dias...Até a terra anda tremendo na cidade....kkkk...Sabe quando tudo não anda ou anda mais devagar? Quando sai diferente do que a gente espera? Tá assim.
O pior exemplo: viagem no feriado. Choveu. Não curti nada. Não fiz uma comprinha decente. Marcelo surtou. Passei um dia todo vomitando que nem o Alien (eca) e com dor de barriga (eca eca), adiantamos a volta, voltei bodeada no banco de trás....Pior: fui no médico e vou ter que fazer uma endoscopia na sexta. Só de pensar, já tô com medo. Único ponto positivo disso tudo: vou enforcar a sexta (mas isso vai me custar uma picada na veia e um tubo na goela, nada pra mim sai de graça mesmo)
Mas tudo bem, o tal inferno astral só dura até o dia 19 de maio (ai). Tá acabando...
Olha a dica do site bolsa de mulher:
"O mês é ideal para a interiorização. Um momento propício para se fazer uma análise, um balanço da vida. É um período de convalescência, para dar um tempo ao espírito de refazer suas energias para o novo ciclo. Pois trabalhar o lado espiritual é muito importante, ajuda que o inferno astral não se torne de fato um purgatório"
De qualquer jeito, meu paraíso astral (esse eu não sabia que existia!) vai de 17 de outubro à 16 de novembro. Vamos aguardar e aproveitar....

"Bost" pra não dizerem que este blog não tem mais dono...Tem sim, mas ela está no inferno astral!

bjs e até!

sábado, 29 de março de 2008

Nem sempre dá certo ser romântico

Prá tirar a tensão do sábado em que o Siscarga começou na minha vida.
O Marcelo não gostou. O comentário: "Mamãe é louca, Nala!"
O fato é que até chorei de tanto rir. Ví outros aqui, mas achei este o melhor.

Eu sempre disse que não gosto de receber flores....

quinta-feira, 20 de março de 2008

Óia eu aqui!

Prá variar, vou falar: quanto tempo! Mas não tem jeito, tô sem tempo para postar. Morro de saudades, principalmente quando eu tinha bons posts na cabeça, mas fazer o que? Uma hora o blog volta com toda a força....

Estou ADORANDO a aula de body balance (apesar de eu estar prestes a matar a aula de hoje, tô muito cansada...kkkk). Não matei aula porque recebi um telefonema da Vanessa me animando pra ir; e acabei indo. *É maravilhosa, põe a nossa energia de volta no lugar. Bom para o corpo e principalmente para o espírito. As músicas são lindas, as posturas também e sempre tem aquele desafio de manter o equilíbrio. Show!

Em compensação, a musculação é sempre uma tortura. Esta semana faltei todos os dias, mas pretendo dar continuidade. Por necessitância, não por prazer.

Resolvi entrar de gaiato no meme* (pega a explicação lá no
SetexSete, please) do blog Sete x Sete.´
É como uma corrente e funciona assim: É só pegar o livro mais próximo sem escolher e transcrever a quinta frase. Peguei o livro "Para minhas filhas", de Barbara Delinsky, página 161, e a frase é a seguinte:

"E fico querendo dizer aos meus filhos que se atrasem à vontade, pois as pessoas vão querer sua companhia de qualquer jeito, mas acabo não dizendo."

Como já adoro transcrever frases de livros, não resisti.

O livro transcrito de lá é o "A menina que roubava livros", que, por um acaso, acabei de ler hoje. Muito lindo, até chorei, vale a pena.

Pra transcrever o último trecho deste livro: "Tive vontade de dizer muitas coisas à roubadore de livros, sobre a beleza e a brutalidade. Mas que poderia dizer-lhe sobre essas coisas que ela já não soubesse? Tive vontade de lhe explicar que constatemente superestimo e subestimo a raça humana - que raras vezes a estimo. Tive vontade de lhe perguntar como uma mesma coisa podia ser tão medonha e tão gloriosa, e ter palavras e histórias tão amaldiçoadas e tão brilhantes. Nenhuma dessas coisas, porém, saiu de minha boca. Tudo o que pude fazer foi virar-me para Liesel Meminger e lhe dizer a única verdade que realmente sei. Eu a disse à meninas que roubava livros e a digo a você agora.

. UMA ÚLTIMA NOTA DE SUA NARRADORA .

Os seres humanos me assombram".


Breve explicação: este post foi imaginado e começou a ser escrito na quinta-feira à noite. Devido a força de vontade excepcional de quem vos fala agora, ele foi interrompido pela aula de body balance e foi finalizado na madrugada de sexta para sábado.


Bjs e até!




sábado, 8 de março de 2008

domingo, 2 de março de 2008

Long and Strong, Centered and Calm

Lá vou eu pra 235 tentativa de entrar em forma. Depois do fiasco dos três meses de water bike (eu adorava, mas o frio que dava depois...), vamos agora de musculação + body balance. Estou empolgada. Fiz umas comprinhas de roupas de ginástica para dar mais animação. Amanhã eu começo. E vamos aguardar os resultados....





Lançamento oficial da campanha: Barriga no paredão, não te quero mais!

Ou num prisma mais positivo: Quero minha barriga lisinha de volta!


Fotos do que ela já foi e do que ela é hoje para focar bem o que queremos do amanhã...Daqui há três meses, voltaremos a discutir este assunto.

Que a semana seja boa!

Bjs e até!



sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios
Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos
Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz
Smile

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Toc toc toc

Muuuito tempo longe daqui e nada de novo para contar....
Rotina, rotina, rotina...

Em casa, boa rotina
Dormir de conchinha, amorzinho, ver um filme, pizza, brincar com a cachorra, supermercado, ler, quem é o próximo líder do BBB? Vamos ver o Jornal Nacional? Xinga o PT, saudades do FHC....

No trabalho, "aquela" rotina...
Tem tudo pra ser bom....Gosto do meu trabalho
Mas tem as maldades, falsidades, intrigas...
E eu, tentando passar imune no meio de tudo isso...
Peço tanto a Deus que me dê clareza, que eu consiga enxergar sempre o caminho certo.
Que me ajude a ser boa no que faço, responsável, correta, eficaz.
Rezando sempre, pedindo paciência, acalmando o coração. Vibrando amor
Fico irada e triste algumas vezes, afinal sou humana, demasiadamente humana....
O mais difícil é calar diante das injustiças. Mas, às vezes, é melhor calar....
Mas tenho fé que tudo vai se esclarecer, um dia a verdade vai aparecer. Quando? Não sei. Se estarei por perto pra saber? Provavelmente não.
Já sou mais forte do que era antes, e sei que tudo o que acontece, no final, é para meu aprendizado.
Duro é lembrar disso nas horas mais difíceis.

Virou rotinha também sair correndo do trabalho alguns dias da semana para ver o Gabriel...
Ahhhh, um oásis ter um bebê pra curtir, fugir desse mundo maluco!
Ver ele rir, chorar, fazer caretas, crescer a cada dia.. Tento ajudar a cuidar dele, já dei até banho!
Fico contando os dedinhos infinitas vezes...Meu pequeno é meu anjo da guarda! Não penso em nada mais quando estou com ele nos braços....

Duas vezes por mês, a "dura" rotina da minha terapia corporal...Santas mãos! Santo é o toque que me acalma, me apruma e mantém minha sanidade....Essa rotina é boa....
Estou no meu eixo. Navegando calmamente no meu centro. Me conhecendo melhor, entendendo o processo. É o presente que dou a mim mesma....Nada de SII por hoje. Amanhã não sei, mas sei que posso vencê-la. Sou maior do que o meu problema. Qualquer um. Consegui jogar fora o lixo acumulado na minha alma. Estou mais leve. Rotina de mais de uma ano que deu um resultado mais que positivo. Amém!

Mas o que seria da vida sem esta rotina? É aquela velha história. Temos que ter alegrias pra sermos doces, problemas para sermos humanos. É isso.

E hoje, quebrei uma rotina que estava me irritando: há várias semanas entrava aqui, abria a tela em branco e ficava olhando, olhando...Sem coragem de escrever uma linha...Hoje consegui. Não é o melhor texto que o Denisinha e Cia já viu, mas é honesto.

Que a semana seja boa!
Bjs e até.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Por que é tão difícil agir assim?

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...
P.S: Um dia eu chego lá, kkkk

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

E quem duvida do destino?

Até você...
Que chance você acha que tínhamos de nos encontrar? ... Quanto bastaria para não acontecer? Meio segundo? Um segundo inteiro, no máximo...
Se você tivesse atravessado a rua um segundo antes, não nos encontraríamos. Se eu tivesse mudado de pista um segundo depois, não nos encontraríamos.
Toda a nossa história dependeu daquele segundo.
Um segundinho, eu jamais teria visto o seu rosto.
Um segundinho, e você sequer saberia que eu existo.
Um segundinho, e você não teria descido do avião...
"Um segundo e eu estaria morta...", pensou Juliette no terraço.
E se esse segundo fosse o nosso segundo? Nossa fagulha inesperada, nossa oportunidade.
Aquele que poderia mudar para sempre nossas vidas...
Pense nisso!
....
Porque o brilho de algumas horas de felicidade é suficiente para tornar suportáveis as desilusões e sacanagens que a vida não cansa de aprontar.
(Trechos do livro Socorro! de Guillaume Musso)

Amanhã a vida volta ao normal. Acabou a moleza. Bjs e até!

sábado, 2 de fevereiro de 2008

É carnaval!!! Vou ficar no bloco Unidos da Cachorra!

Gente, não dou mais a mínima pro Carnaval. Pra mim, só interessa a folga! kkkk

O sol finalmente deu o ar da graça. Espero que se mantenha pelos próximos quatro dias. A cor que consegui nas férias já foi por água abaixo, tentarei recuperar.

O Gabriel está cada dia mais lindo! Engordando bem, mamando muito e fazendo todos nós felizes. Um verdadeiro anjinho mesmo!

O Marcelo está com pressão alta. Ficou internado na quinta-feira, mas está tudo bem com ele. Vai no cardiologista na quarta para verificar o que está acontecendo...Eu desconfio que o problema dele seja o mesmo que o meu: trabalhar em navegação! Vou aproveitar o feriado pra cuidar do meu amor...

Hoje já tivemos a árdua tarefa de dar banho na Nala. Essa cachorra é uma figura! Ficou lambendo a cara do papai, mesmo estando p... da vida com o secador.

É isso por hoje, só para dar notícias e dizer que estou viva!
Bjs e até!
Formação original e única do bloco "Unidos da Cachorra"

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008


"Um nascimento representa o princípio de tudo - é o milagre do presente e a esperança do futuro".
Anunciei ao Marcelo hoje: estou apaixonada por outro homem e ele só tem 44cm! kkkkk. Estou perdidamente apaixonada por ele - sim! - enfeitiçada como nunca. Tenho tanto, tanto amor pra dar pra esta criança que chega a doer. E como é bom ter uma bebê para amar! Pois a cada dia que passa os homens e mulheres crescidos me decepcionam, me machucam, me amargam. E poder ao final de todo o dia ficar admirando este rostinho, vendo a paz que ele tem, é um bálsamo. As crianças nascem e só sabem amar...Pena que os adultos os ensinam a odiar também.
Bendita sejam as crianças, a nossa maior esperança. É como se a vida nos desse uma nova chance e um recado: vocês ainda tem jeito.....
bjs e até!

domingo, 13 de janeiro de 2008

Ele nasceu!


O Gabriel, meu afilhado, nasceu! Meio apressadinho esse menino, uma vez que ele só era esperado para, pelo menos, daqui ha duas semanas! Mas ele está ótimo, é lindo e estamos super felizes! Ele nasceu às 07:27hs, com 2,490kgs e 44cm.
Posso dizer que ele já é uma criança obediente. Pedi para ele, ontem, que nascesse num sábado ou domingo para podermos curtí-lo. E não é que o danadinho me obedeceu? kkkk.
É íncrível a sensação de ter um pacotinho no braço e saber que ele é parte de outra pessoa que a gente tanto ama...Ser madrinha deste pequeno anjo, então, é maravilhoso!
Agora, só me resta mimar este pequeno!






"Tú te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"
Cuida do meu coração, meu pequeno príncipe, porque você já me cativou
Bjs e até!

sábado, 12 de janeiro de 2008

Top 12 - Os melhores livros de 2007



Quem me conhece sabe que adoro ler. E, todo o ano, sempre faço uma lista dos melhores livros que eu lí e tento comprá-los pra aumentar minha pequena coleção. Este ano, resolvi (por que não?) publicar a lista dos que eu mais gostei. Não consegui selecionar só dez, então vão doze mesmo...kkk... Todos conseguiram tocar o meu coração. Vai lá:

Marley e eu - John Grogan
Ai, é lindo! Chorei que me acabei. É bobinho sim, mas faz bem à beça. Quem quer parecer intelectual, afinal?

Harry Potter e as relíquias da morte - J. K Rowling
Esperei tanto tempo por esse! Meu herói cresceu e virou pai. A saga chegou ao fim em grande estilo!

Ps, eu te amo - Cecelia Ahern
Chorei que me acabei também. Lindo, triste, sensível, tocante. E virou filme! Vou me acabar de chorar mais uma vez!

A cidade do sol - Khaled Hosseini
Maravilhoso, mas triste. Realidade das mulheres do Afeganistão, me fez dar graças a Deus de ser brasileira!

A distância entre nós - Thrity Umrigar
Lindo, sensível e mais sério. Põe a gente pra pensar

Cães de Babel - Carolyn Parkhurst
Lindo, poético, delicado. Amei!
Arrebatado pelo mar - Trilogia da Gratidão-1 - Nora Roberts
Movido pela maré - Trilogia da Gratidão 2 - Nora Roberts
Protegido pelo porto - Trilogia da Gratidão 3 - Nora Roberts
Resgatado pelo amor - Nora Roberts
Estes quatro livros retratam a história de uma mesma família. Vale a pena.

Pelo amor de Pete - Barbara Delinsky
A busca de uma filha pela aprovação do pai. Lindíssimo e sensível.

O Milagre - Nicholas Sparks
Sobrenatural romântico...Existe este estilo? kkkk..Muito bom


P.S.: Existe melhor notícia para uma madrinha que AMA livros do que saber que o quarto do seu afilhado será todo inspirado na linda história do Pequeno Príncipe? E que haverá frases do livro pintadas pela parede? Não, não há. Esse menino já vai nascer respirando literatura e eu já me peguei sonhando comigo - velhinha - aplaudindo o meu pequeno ao ser recebido na Academia Brasileira de Letras....Se Paulo Coelho pode, por que não o meu pequeno Gabriel?
Bjs e até!

domingo, 6 de janeiro de 2008

Feliz ano novo!


Que vergonha! Já se passaram seis dias do ano e só hoje vim aqui. Pensei em mil posts de final de ano, listas, metas, tudo aquilo que todo o mundo faz, mas não deu tempo.
Voltei a trabalhar no dia 26 com pique total. O ritmo lá continua o mesmo (o que eu esperava?) e já tive que engatar a quarta pra pegar no tranco.
O Natal foi ótimo, tudo em paz, graças a Deus!
O Ano Novo foi uma farra, com píscina depois da meia noite e o dia seguinte inteirinho de sol. Ótimo pra começar o ano com o pé direito!
Agora, acabou-se as festas, e o ano começa de verdade...Tudo bem que ainda tem o Carnaval, mas, acabou-se os fins, temos agora um ano todo pela frente. Sempre gostei de virar o ano, começar um novo calendário, uma nova agenda, estrear roupa, zerar os ponteiros, acreditar que podemos fazer o melhor, o que não conseguimos no ano anterior...Por isso em breve vou mudar o layout do blog novamente, pra dar aquela cara de novidade. Vou só esperar o Gabriel nascer pra por a fotinha dele, pois com ele, com certeza, um novo tempo começa! Estou super ansiosa para ver o rostinho dele, sentir seu cheirinho, fazer muito carinho. Neném novo na família é tudo de bom!
Prometo que ainda este mês vou fazer a lista de metas para este ano e o TOP 10 dos melhores livros da Denisinha, que era para ter sido publicado em dezembro.

Fiquem com as fotos e com um texto lindo, que era pra ser publicado dia 31!
Bjs e até!


Para pensar....

A tenda do Mestre Benjamim estava cheia. Uma velhinha de voz trêmula pele cheia de rugas lhe pediu: Mestre, fale-nos sobre Deus...”
Mestre Benjamim fez silêncio. Olhou para o vazio. Vagarosamente um sorriso foi-se abrindo.
“Quantas pessoas aqui, na minha tenda, estão pensando no ar? Por favor, levantem uma mão...”
Ninguém levantou a mão.
“Ninguém levantou a mão... Ninguém está pensando no ar. E, no entanto, todos nós o estamos respirando. O ar é a nossa vida e não precisamos pensar nele nem dizer o seu nome para que ele nos dê vida. Mas o homem que se afoga no fundo das águas só pensa no ar. Deus é assim. Não é preciso pensar nele e pronunciar o seu nome. Ao contrário, quando se pensa nele o tempo todo é porque está se afogando...
“Que desejamos para os nossos filhos? Que eles sejam felizes. Sorrimos ao vê-los por aí a correr, a pular, a cantar, a brincar, pensando nas coisas de criança. Mas enquanto brincam e riem eles não pensam em nós. Se um filho ao se levantar viesse até você e o elogiasse, e agradecesse porque você lhe deu a vida e jurasse amor para sempre, e fizesse a mesma coisa na hora do almoço, e repetisse os mesmos gestos e palavras ao meio da tarde, e de noite fizesse tudo de novo, suspeitaríamos de que alguma coisa não está bem. O que desejamos é que eles gozem a vida sem pensar em nós. Quem pensa demais e fala demais sobre Deus é porque não o está respirando.
Fez-se silêncio. Foi quando uma lufada de vento entrou pela tenda, fazendo balançar a lâmpada de óleo que pendia do teto.
“Deus é como o vento. Sentimos na pele quando ele passa, ouvimos a sua música nas folhas das árvores e o seu assobio nas gretas das portas. Mas não sabemos de onde vem nem para onde vai. Na flauta o vento se transforma em melodia. Mas não é possível engarrafá-lo. Mas as religiões tentam engarrafá-lo em lugares fechados a que eles dão o nome de “casa de Deus”. Mas se Deus mora numa casa estará ele ausente do resto do mundo? Vento engarrafado não sopra...”
Ouviu-se então o pio distante de uma coruja.
“Deus é como um pássaro encantado que nunca se vê. Só se ouve o seu canto...” “Deus é uma suspeita do nosso coração de que o universo tem um coração que pulsa como o nosso. Suspeita... Nenhuma certeza. Deus nos deu asas. Mas as religiões inventaram gaiolas.
Tudo o que vive é pulsação do sagrado. As aves dos céus, os lírios dos campos... Até o mais insignificante grilo, no seu cricri rítmico, é uma música do Grande Mistério.
É preciso esquecer os nomes de Deus que as religiões inventaram para encontrá-lo sem nome no assombro da vida.
Não precisamos dizer o nome “rosa” para sentir o seu perfume.
Muitas pessoas que jamais pronunciam o nome de Deus o conhecem como reverência pela vida.
Há pessoas que se sentem religiosas por acreditar em Deus. De que vale isso? Os demônios também acreditam e estremecem ao ouvir o seu nome (Tiago 2.19).
Os homens religiosos, quando alguém morre, dizem: “Deus o levou para si”. Então, enquanto vivo, ele estava distante de Deus? Deus é Deus dos mortos ou Deus dos vivos? Deus não mora no mundo dos mortos. Ele mora no nosso mundo, passeia pelo jardim. Deus é beleza. Quer ver Deus? Veja a beleza do Sol que se põe, sem pensar em Deus.
Quer ouvir Deus?
Entregue-se à beleza da música, sem pensar em Deus.
Quer sentir o cheiro de Deus? Respire fundo o cheiro do jasmim, sem pensar em Deus.
Quer saber como é o coração de Deus? Empurre uma criança num balanço porque Deus tem um coração de criança, sem pensar em Deus.
Há beleza demais no Universo. Mas o tempo vai-nos roubando as coisas que amamos. Vai-se o arbusto, vai-se a montanha, vão-se os riachos cristalinos, vão-se as pessoas amadas, vamos nós... O tempo é um monstro que devora os seus filhos. Fica a saudade. Saudade é a presença da ausência das coisas que amamos e nos foram roubadas pelo tempo. Quando se pronuncia o nome sagrado, está-se afirmando que a beleza amada não está perdida no passado. Está escrito num poema sagrado: “Lança o teu pão sobre as águas porque depois de muitos dias o encontrarás...” (Eclesiastes 11.1). As águas dos rios são circulares, o tempo é circular, o que foi perdido volta, um eterno retorno... Deus existe para nos curar da saudade...
Eu gostaria de dar um conselho: “Não sejam curiosos a respeito de Deus, pois eu sou curioso sobre todas as coisas e não sou curioso a respeito de Deus. Não há palavra capaz de dizer quando eu me sinto em paz perante Deus e a morte. Escuto e vejo Deus em todos os objetos, embora de Deus eu não entenda nem um pouquinho... Eu vejo Deus em cada uma das vinte e quatro horas e em cada instante de cada uma delas, nos rostos dos homens e das mulheres eu vejo Deus...” (Walt Whitman) “Sejamos simples e calmos como os regatos e as árvores, e Deus amar-nos-á fazendo de nós belos como as árvores e os regatos, e dar-nos-á verdor na sua primavera e um rio aonde ir ter quando acabemos.” (Alberto Caeiro)
Ouvidas essas palavras a velhinha sorriu para o Mestre Benjamim e fez um gesto com a sua mão, abençoando-o.
(Rubem Alves)
* Texto condensado do livro Perguntaram-Me Se Acredito em Deus (Ed. Planeta).
extraído do site
Bons Fluídos