sábado, 12 de janeiro de 2008

Top 12 - Os melhores livros de 2007



Quem me conhece sabe que adoro ler. E, todo o ano, sempre faço uma lista dos melhores livros que eu lí e tento comprá-los pra aumentar minha pequena coleção. Este ano, resolvi (por que não?) publicar a lista dos que eu mais gostei. Não consegui selecionar só dez, então vão doze mesmo...kkk... Todos conseguiram tocar o meu coração. Vai lá:

Marley e eu - John Grogan
Ai, é lindo! Chorei que me acabei. É bobinho sim, mas faz bem à beça. Quem quer parecer intelectual, afinal?

Harry Potter e as relíquias da morte - J. K Rowling
Esperei tanto tempo por esse! Meu herói cresceu e virou pai. A saga chegou ao fim em grande estilo!

Ps, eu te amo - Cecelia Ahern
Chorei que me acabei também. Lindo, triste, sensível, tocante. E virou filme! Vou me acabar de chorar mais uma vez!

A cidade do sol - Khaled Hosseini
Maravilhoso, mas triste. Realidade das mulheres do Afeganistão, me fez dar graças a Deus de ser brasileira!

A distância entre nós - Thrity Umrigar
Lindo, sensível e mais sério. Põe a gente pra pensar

Cães de Babel - Carolyn Parkhurst
Lindo, poético, delicado. Amei!
Arrebatado pelo mar - Trilogia da Gratidão-1 - Nora Roberts
Movido pela maré - Trilogia da Gratidão 2 - Nora Roberts
Protegido pelo porto - Trilogia da Gratidão 3 - Nora Roberts
Resgatado pelo amor - Nora Roberts
Estes quatro livros retratam a história de uma mesma família. Vale a pena.

Pelo amor de Pete - Barbara Delinsky
A busca de uma filha pela aprovação do pai. Lindíssimo e sensível.

O Milagre - Nicholas Sparks
Sobrenatural romântico...Existe este estilo? kkkk..Muito bom


P.S.: Existe melhor notícia para uma madrinha que AMA livros do que saber que o quarto do seu afilhado será todo inspirado na linda história do Pequeno Príncipe? E que haverá frases do livro pintadas pela parede? Não, não há. Esse menino já vai nascer respirando literatura e eu já me peguei sonhando comigo - velhinha - aplaudindo o meu pequeno ao ser recebido na Academia Brasileira de Letras....Se Paulo Coelho pode, por que não o meu pequeno Gabriel?
Bjs e até!

Nenhum comentário: