sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios
Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos
Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz
Smile

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Toc toc toc

Muuuito tempo longe daqui e nada de novo para contar....
Rotina, rotina, rotina...

Em casa, boa rotina
Dormir de conchinha, amorzinho, ver um filme, pizza, brincar com a cachorra, supermercado, ler, quem é o próximo líder do BBB? Vamos ver o Jornal Nacional? Xinga o PT, saudades do FHC....

No trabalho, "aquela" rotina...
Tem tudo pra ser bom....Gosto do meu trabalho
Mas tem as maldades, falsidades, intrigas...
E eu, tentando passar imune no meio de tudo isso...
Peço tanto a Deus que me dê clareza, que eu consiga enxergar sempre o caminho certo.
Que me ajude a ser boa no que faço, responsável, correta, eficaz.
Rezando sempre, pedindo paciência, acalmando o coração. Vibrando amor
Fico irada e triste algumas vezes, afinal sou humana, demasiadamente humana....
O mais difícil é calar diante das injustiças. Mas, às vezes, é melhor calar....
Mas tenho fé que tudo vai se esclarecer, um dia a verdade vai aparecer. Quando? Não sei. Se estarei por perto pra saber? Provavelmente não.
Já sou mais forte do que era antes, e sei que tudo o que acontece, no final, é para meu aprendizado.
Duro é lembrar disso nas horas mais difíceis.

Virou rotinha também sair correndo do trabalho alguns dias da semana para ver o Gabriel...
Ahhhh, um oásis ter um bebê pra curtir, fugir desse mundo maluco!
Ver ele rir, chorar, fazer caretas, crescer a cada dia.. Tento ajudar a cuidar dele, já dei até banho!
Fico contando os dedinhos infinitas vezes...Meu pequeno é meu anjo da guarda! Não penso em nada mais quando estou com ele nos braços....

Duas vezes por mês, a "dura" rotina da minha terapia corporal...Santas mãos! Santo é o toque que me acalma, me apruma e mantém minha sanidade....Essa rotina é boa....
Estou no meu eixo. Navegando calmamente no meu centro. Me conhecendo melhor, entendendo o processo. É o presente que dou a mim mesma....Nada de SII por hoje. Amanhã não sei, mas sei que posso vencê-la. Sou maior do que o meu problema. Qualquer um. Consegui jogar fora o lixo acumulado na minha alma. Estou mais leve. Rotina de mais de uma ano que deu um resultado mais que positivo. Amém!

Mas o que seria da vida sem esta rotina? É aquela velha história. Temos que ter alegrias pra sermos doces, problemas para sermos humanos. É isso.

E hoje, quebrei uma rotina que estava me irritando: há várias semanas entrava aqui, abria a tela em branco e ficava olhando, olhando...Sem coragem de escrever uma linha...Hoje consegui. Não é o melhor texto que o Denisinha e Cia já viu, mas é honesto.

Que a semana seja boa!
Bjs e até.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Por que é tão difícil agir assim?

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...
P.S: Um dia eu chego lá, kkkk

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

E quem duvida do destino?

Até você...
Que chance você acha que tínhamos de nos encontrar? ... Quanto bastaria para não acontecer? Meio segundo? Um segundo inteiro, no máximo...
Se você tivesse atravessado a rua um segundo antes, não nos encontraríamos. Se eu tivesse mudado de pista um segundo depois, não nos encontraríamos.
Toda a nossa história dependeu daquele segundo.
Um segundinho, eu jamais teria visto o seu rosto.
Um segundinho, e você sequer saberia que eu existo.
Um segundinho, e você não teria descido do avião...
"Um segundo e eu estaria morta...", pensou Juliette no terraço.
E se esse segundo fosse o nosso segundo? Nossa fagulha inesperada, nossa oportunidade.
Aquele que poderia mudar para sempre nossas vidas...
Pense nisso!
....
Porque o brilho de algumas horas de felicidade é suficiente para tornar suportáveis as desilusões e sacanagens que a vida não cansa de aprontar.
(Trechos do livro Socorro! de Guillaume Musso)

Amanhã a vida volta ao normal. Acabou a moleza. Bjs e até!

sábado, 2 de fevereiro de 2008

É carnaval!!! Vou ficar no bloco Unidos da Cachorra!

Gente, não dou mais a mínima pro Carnaval. Pra mim, só interessa a folga! kkkk

O sol finalmente deu o ar da graça. Espero que se mantenha pelos próximos quatro dias. A cor que consegui nas férias já foi por água abaixo, tentarei recuperar.

O Gabriel está cada dia mais lindo! Engordando bem, mamando muito e fazendo todos nós felizes. Um verdadeiro anjinho mesmo!

O Marcelo está com pressão alta. Ficou internado na quinta-feira, mas está tudo bem com ele. Vai no cardiologista na quarta para verificar o que está acontecendo...Eu desconfio que o problema dele seja o mesmo que o meu: trabalhar em navegação! Vou aproveitar o feriado pra cuidar do meu amor...

Hoje já tivemos a árdua tarefa de dar banho na Nala. Essa cachorra é uma figura! Ficou lambendo a cara do papai, mesmo estando p... da vida com o secador.

É isso por hoje, só para dar notícias e dizer que estou viva!
Bjs e até!
Formação original e única do bloco "Unidos da Cachorra"