quinta-feira, 24 de julho de 2008

Tem coisas que só acontecem comigo, parte 45.975

Ontem eu teria uma consulta com o ginecologista (que odeio), mas era só para a rotina, pegar as guias para ser empirulitada, aquela empirulitada básica, aquele vexame que toda mulher tem que passar uma vez por ano pra ver se está tudo bem com a sua amiga....
Enfim, a minha consulta seria às 19:15hs, cheguei às 18:40. O doutor chegou eram mais de 19hs, super atrasado. Quando eram umas 20:30hs, chegou no consultório uma grávida de trigêmeos, com dores ou sei lá o que, e passou na minha frente.... Sentir uma cabeça deve demorar, imaginam 3...Sorte a dela, azar o meu. Eram 21hs quando eu saí do médico sem ser atendida. Desisti. Duas horas do meu precioso tempo no lixo.

Apesar da raiva de ontem, hoje, cheia de esperança no meu coração, fui para a minha consulta com a gastro, afinal, além da periquita, tenho duas úlceras pra cuidar....
Logo que coloquei os pés no elevador, uma das secretárias dela (que estava lá dentro, por aquelas infelizes coincidências da vida) perguntou (com uma cara meio estranha): - Veio ver a doutora? . Eu: - Sim. Ela: - Mas a doutora não veio hoje. Eu: Mas eu confirmei, tenho certeza. Ela: eu também tenho certeza que ela não vem hoje.

Ok, ok, segui a moça até o consultório para elas verificarem o ocorrido. Consultaram a agenda e me disseram: "Ligamos para a sua casa e o "Tio Guilherme" anotou o recado. O engraçado é que eu não tenho nenhum tio Guilherme! A não ser que exista uma entidade lá em casa que era telefonista em vidas passadas, mas, pra variar, como acontece com a maioria dos telefonistas, esquece de dar o recado!
É claro, as antas descobriram que ligaram para o número errado: "Ligamos para o xxxx3514"...Tá, minha senhora, mas meu telefone é xxxx3584, vamos remarcar, desculpe o engano, aquele blábláblá.
Saí de lá muito brava com esse tal de Guilherme, como ele desmarca a minha consulta assim, se nem me conhece? Desejei do fundo do coração que ele batesse o dedo mindinho na beirada da cama, logo de manhã, para doer bastante....
Mas fiquei pensando...Será que esse Guilherme realmente existe?
Não duvidei, liguei na mesma hora para o número que a moça do consultório me falou
Esposa do Guilherme: Alô?
Eu: Por favor, o Guilherme?
Ela: Quem é?
Eu: é a Denise
Ela: Denise de onde?
Eu: Só Denise
Ela: mas de onde?
Minha vontade de responder:
opção a: do prostíbulo
opção b: da casa da luz vermelha
opção c: do circo, é a palhaça que ele desmarcou a consulta.
Eu: desliguei, é claro, não tive coragem de dizer mais nada.

Mas acredito que arrumei encrenca pro Tio Guilherme, ele deve estar se explicando até agora....
Mas ele bem que mereceu, só pra ele deixar de ser besta e desmarcar a consulta dos outros..Custava ele dizer: eu não conheço nenhuma Denise....Agora, se ele conhece, ele que se explique mesmo pra Dona Encrenca....

Bjs e até!

Nenhum comentário: