quinta-feira, 18 de março de 2010

60 anos da Regininha!

60 anos dessa mulher comemorados com muita diversão! Parabéns mamãe!!
Que festa bonita e animada! Para ficar na história!



sábado, 13 de março de 2010

Família é de onde a gente veio e para onde a gente sempre volta*

Os Oliveiras! Começou com um planejamento de um churrasco para receber minhas primas vindas de Miami que não vinham ao Brasil por 10 e 19 anos respectivamente. Desistimos do churrasco, pensamos em uma feijoada e acabamos por inventar "o Boteco da Regininha", minha mãe e anfitriã, com comidas típicas do Brasil para alegrá-las. Era pra ser nós de casa e elas. Já era o suficiente para encher a casa. Mas veio mais gente. E que beleza! A festa estava arranjada. Apareceram primos que moram aqui do lado, mas que não se encontravam há muitos anos. Veio a madrinha que estava me matando de saudade também direto da Florida. Veio tia Ana Banana. Vieram os filhos destes primos que eu nem conhecia. Alguns novos "Oliveiras" tão fofos. Mais elos nesta corrente. Minha irmã e minha sobrinha também são "Oliveiras" uma vez que a vida tão sabiamente se encarregou de deixar todos com os sobrenomes iguais. Apesar dos irmãos terem nascido de ventres diferentes, o elo é unico. Gabriel já foi um Oliveira também...E será para sempre, é claro. Vieram muitos sorrisos e lembranças da infância. Vieram recordações adormecidas e felizes. Causos engraçados. Eu era a fofolete e nem sabia!
O vínculo não se acaba. Você pode ficar uma década sem se encontrar, mas quando o encontro se concretiza, o amor é genuíno, a alegria está estampada em todos os rostos. E a alegria não foi só na Terra. O céu estava em festa! Todos os priminhos aqui registrados são orfãos de pai. Infelizmente, todos se foram, um atrás do outro, bem próximos, levados pela mesma doença. Esta é a parte triste. Mas a parte boa é que todos estes primos são filhos de homens excelentes, mais do que especiais. E somos filhos ou sobrinhos de autênticas mulheres "Oliveiras" estas aí firmes e fortes. Tudo se mistura. Oliveira. Monteiro. Almeida. Soares...E todos se tornaram adultos da melhor qualidade. E pais da melhor qualidade. E mães e até avós!
Francisco, meu tio mais querido e palhaço, que Deus recolheu cedo demais. Meu padrinho Toninho, o amor de minha vida. Meu pai, que nem preciso dizer nada. Os homens que estão ao lado de Deus, também responsáveis por estas criaturas tão especiais. O sobrenome Oliveira que não mais carrego no documento está dentro de mim de uma maneira muito forte. É o sangue que corre em minhas veias. Faz parte de mim de uma forma muito intensa. Temos uma história de vida muito bonita. Tem muito amor nesta corrente. Momentos como este devem ser lembrados para sempre. E estou muito feliz por ter vivido este dia.
Bjs e até!

*Trecho do texto carta genérica para um bebê, de Silmara Franco que vale muito a pena ler. Aqui
Silmara, se você passar por aqui, saiba que sou sua fã.

domingo, 7 de março de 2010

Imagine all the people living life in peace...

Há tempos eu tinha visto uma propaganda na GNT sobre o apadrinhamento de crianças necessitadas. Procurei na net, mas não achei o site. Hoje sem querer visitando o blog do Hoje vou assim, ela indicou o fundo de solidariedade, a qual ela ajuda. Na hora fui lá apadrinhar uma criança! Foi uma das promessas de ano novo que fiz a mim mesma e vou poder cumprir. Fiquei tão feliz! O mais legal desse programa é que além de ajudar, você pode se corresponder com a criança, acompanhar o desenvolvimento dela. É muito bacana. Faz um bem danado a alma saber que você pode fazer diferença na vida de algúem. Principalmente na vida de algúem que precisa tanto. Escolhi uma menina de 9 anos que se chama Elissandra e mora no Ceará. O sonho dela é se torna professora. Que bonito! Obrigada Cris pela dica!

Que dia bom! Estava de preguiça, ouvindo Imagine quando me deparei com esta dica. O mundo sempre conspira com o bem, né?

Bjs e até