domingo, 2 de janeiro de 2011

A primeira página de um novo ano

Já em 2011. O primeiro registro de um novo ano.
É claro que já tenho em mente as promessas básicas:  emagrecer e gastar menos dinheiro. Será que esse ano eu consigo?
Brincadeiras a parte, tenho outras prioridades agora. Cuidar de mim, principalmente. Passei tanto tempo preocupada com tudo ao meu redor, em ter o controle de tudo e esquecendo da minha alma, até que ela gritou. E tive que olhar pra dentro. Foi bom, pois me descobri. Foram bons cinco anos entre negação, lutas, tratamento e descobertas. A maior luta é a interna. Graças a Deus, tive muitos anjos da guarda ao meu lado, me ajudando no caminho.
Agora, depois do susto e de um ano praticamente inteirinho sem crises, me sinto bem, me cuido e me amo mais. Mas tenho que continuar cultivando o equilíbrio. Senão a ansiedade vem e "créu nimim". rs
Nesse processo, descobri que o que me traz felicidade são as coisas mais simples da vida: estar com o meu amor, minha família. Meus amigos, tão queridos, também. 
O trabalho ficou em segundo plano. Ainda me dedico, mas ele não é o centro. É claro que ainda luto pela minha carreira, mas agora é diferente. Não é isso que me define como pessoa. Foi duro, mas aprendi.
Aprendi também a não querer agradar a todos. Aprendi que nem todo o mundo gosta de mim. Aceito agora e não me dou o trabalho de mudar a opinião de ninguém sobre quem eu sou. Era muito desgastante e inútil, muita energia jogada no lixo.
Hoje me dou ao luxo de exercitar meu hobbie, que é escrever, fotografar, editar, criar alguma coisa com minhas mãos. Qualquer bobagem. Exercer um pouco da minha criatividade, que ficou tantos anos sufocada e que agora encontra um pequeno espaço na minha vida atribulada foi um lindo presente. 
Minha resolução - não para este ano somente - mas para a vida é ser uma pessoa cada dia melhor. Não perfeita, mas sempre em busca do aprendizado. Aceitar minhas imperfeições e também os meus talentos. Mas ainda preciso aprender a perdoar.
Estou em busca do meu caminho. Fui muito longe, mas ainda falta um bocado. Mas este que é o  grande barato.





Um comentário:

carlarvieira disse...

Faltou aí, copiar alguns CDs para as Amigaz...kkk

Isso mesmo DÊ, bola pra frente. Compartilho os seus sentimentos e buscas.

Beijão.