quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Eis você...

Como esperei por esse dia! Porque até então você era um positivo no papel, uma cruz azul no teste de farmácia... Era tudo tão irreal, tão em sonho que às vezes era difícil de acreditar. Você veio tão suavemente, tão tranquilamente, sem esperas nem angústias. Seu pai e eu acreditamos que era hora de deixar você vir ao mundo e Deus nos concedeu esse desejo, assim, como num milagre.
Filho, ontem você me fez perder a primeira noite de sono. Fiquei muito nervosa, ansiosa em imaginar se estaria tudo certo, se você estaria bem e saudável. Sabe, a mamãe é muito curiosa e andou lendo coisas que não devia, e ficou cheia de caraminholas na cabeça. Mas Graças a Deus, assim que ví seu coração pulsando dentro de mim, o meu coração se acalmou. Não que ele vá ficar assim calmo pra sempre, porque coração de mãe sempre vai guardar um temor pelo bem da vida do filho. E eu, meu filho, já te quero tão bem que até dói. Eu sabia que eu ia te amar, mas não dava pra imaginar o tamanho desse amor. É imenso. Não dá pra colocar em palavras. E esse amor só tende a crescer.
Assim como você.


Sua primeira foto, com 2,26cm. Seu coração bate apressado, a 176bpm. Pulsando vida dentro de mim.

Um comentário:

Juliana Soares disse...

Olá Denise! Primeiramente, é um prazer conhecer seu espaço! Sem querer, descobri q vc indica meu blog no seu blog (o Estilo Jay) e não poderia deixar de agradecer pela gentileza!!
Espero que vc continue aocmpanhando os posts do Estilo Jay!
Estou vendo que será mamãe! Parabéns!!! Aproveite mto esse momento mágico e seja mto feliz!
Bjs e tudo de bom!!